Você é Financeiramente Infiel no Seu Relacionamento?

6 abr

Neste artigo vamos falar sobre infidelidade financeira! Será que você é adepto(a) dessa prática e não sabe? Acredite ou não, não é o fim do amor, a rotina ou as brigas são os principais motivos para o alto número de divórcios que temos todos os anos no Brasil e no mundo.

De acordo com os principais levantamentos sérios sobre o assunto, na verdade, são os problemas relacionados ao dinheiro que levam a maioria dos casamentos a terminar. E um dos grandes pontos que colaboram para isso é a infidelidade financeira, que, em alguns casos, está tão enraizada em nossa cultura que muitas vezes acaba nem sendo considerada pelo praticante como uma traição ou desrespeito ao compromisso de fidelidade do casal.

Veja se você se identifica com esse exemplo: passeando no shopping, você se depara com alguma roupa ou produto que te atrai, resolve comprá-lo e, ao chegar à sua casa, no intuito de evitar brigas ou qualquer estresse com o(a) companheiro(a), opta por mentir a respeito da compra. É comum, por exemplo, esconder a compra recente ou inventar histórias do tipo: “Comprei no ano passado, mas resolvi estrear agora”, “ganhei de uma amiga” ou “estava em liquidação”.

Mas, por mais que a ideia seja evitar conflitos, sempre ruins para um relacionamento, quando a infidelidade financeira se torna um hábito, tanto a relação quanto as finanças podem se ver sob ameaça quando o problema vem à tona.

casal infiel financeiramente
Casamento e a Infidelidade Financeira

A infidelidade financeira não acontece apenas nas mentiras relacionadas ao mau consumo do dia a dia. Pense na gravidade que é esconder da sua família que você está com dificuldades no trabalho, com queda nos rendimentos ou mesmo com o emprego ameaçado. Quando omitimos informações essenciais como essas, acabamos ameaçando a própria estabilidade da família, já que os planos familiares dependem essencialmente delas. Compartilhar essas informações é imprescindível para ajustarmos gastos para períodos de dificuldades e conseguirmos apoio para atravessar a difícil fase, um dos detalhes mais importantes nessas horas.

Caso contrário, o problema financeiro pode se transformar em problema afetivo, que pode prejudicar ainda mais o relacionamento. Claro que todos desejamos liberdade e independência, mesmo no nosso casamento! Afinal, ainda somos indivíduos com gostos e sonhos próprios. Mas, quando a liberdade individual coloca em risco planos e compromissos assumidos pelo casal, ela acaba sendo tão grave quanto qualquer outro tipo de traição para minar seu relacionamento. Por isso, converse mais sobre dinheiro, deixe claro os seus gastos e compartilhe planos e sonhos.

Você perceberá que ao fazer isso, mudará completamente o seu casamento e, consequentemente, toda a sua qualidade de consumo. E o mais importante, harmonia e um casamento de sucesso entre você e o seu cônjuge.

E você? Já praticou infidelidade financeira mesmo sem ter consciência disso? Compartilhe sua experiência nos comentários desta página.

Deixe uma resposta